Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde do Brasil: inusitadas mediações

Maria Aparecida dos Santos

Resumo


Como indagar sobre corpo-cuidado em saúde com filosofias de cosmovisões diferentes dentro do serviço público de saúde brasileiro (SUS)? Este texto busca mediações (ações que transformam) no curso das Práticas Integrativas e Complementares (PICs) no âmbito Sistema Único de Saúde (SUS). Com metodologia inspirada na Teoria do Ator-Rede, acompanhada por autores como Latour, Law, Mol, Stengers, Márcia Moraes, dentre outros, o trabalho segue os actantes. Faz um recorte e propõe uma inflexão quando aproxima a ontologia de base oriental que costura vida-corpo-cuidado à arte-luta-saúde e dialoga com a lógica do cuidado de Annemarie Mole a normatividade da vida em Georges Canguilhem no ponto comum em que inúmeras negociações superam crises, produzem saúde e o bom cuidado. 

Palavras Chave: Teoria do Ator-Rede; Práticas Integrativas e Complementares; Corpo; Cuidado.


Texto completo:

PDF




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br