Mediação Familiar: Possibilitando Diálogos Acerca da Guarda Compartilhada

Amanda Pansard Alves, Sabrina Daiana Cúnico, Dorian Mônica Arpini, Ana Cláudia Smaniotto, Maria Ester Toaldo Bopp

Resumo


Este artigo se propõe a expor uma experiência que resulta de um projeto de extensão realizado em um Núcleo de Assistência Judiciária de uma instituição pública de ensino superior. Tal projeto tem por objetivo atuar em conflitos de família por intermédio da prática da mediação familiar. A fim de ilustrar essa vivência, apresentar-se-á uma situação na qual se estabeleceu a guarda compartilhada a partir da mediação. Os resultados evidenciaram a importância da mediação em casos que envolvem conflitos familiares, por possibilitar o diálogo para a construção de uma solução. Além disso, constatou-se a importância da prática interdisciplinar nos processos de separação, esclarecendo os pais sobre a relevância da manutenção dos vínculos parentais pós-dissolução, o que foi possibilitado pelo reconhecimento e estabelecimento da guarda compartilhada

Palavras-chave


Separação Conjugal; Custódia da Criança; Psicologia Jurídica.

Texto completo:

RESUMO PDF




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br