Metodologia participativa, subjetividade individual e social: facilitação de reuniões de moradores em Residências Terapêuticas

Adriana Gonçalves Queiroz, Ana Cláudia Porfírio Couto

Resumo


Este estudo tem como objetivo refletir sobre as reuniões de moradores de Residências Terapêuticas (RTs) do município de Belo Horizonte, sob a ótica da metodologia participativa, subjetividade individual e subjetividade social. Ao lançar um olhar sobre a experiência de uma das autoras na condução das reuniões de moradores e sublinhar os conceitos de metodologia participativa, subjetividade individual e social, o artigo disserta sobre as reuniões como espaço coletivo com potencial efeito individual e social, que influencia o morar e a convivência de todos na casa. Conclui-se que as reuniões de moradores como metodologia participativa são estratégias importantes que contribuem na construção da subjetividade individual e social dos moradores.


Palavras-chave


Reuniões de moradores; Metodologia participativa; Subjetividade individual; Subjetividade social; Residência terapêutica.

Texto completo:

RESUMO PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br