Estratégias de enfrentamento de pacientes com transtornos mentais

Mayna Ferreira Lima, Cintia Bragheto Ferreira

Resumo


O sofrimento psíquico é um tema pouco estudado em usuários dos serviços de saúde mental. Por isso, o objetivo deste estudo foi identificar e descrever as formas de enfrentamento de indivíduos que convivem com transtornos mentais. Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa que utilizou entrevistas semiestruturadas audiogravadas com cinco usuários de um Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Posteriormente, as entrevistas foram transcritas na íntegra e lidas de forma exaustiva, visando à identificação das estratégias de coping. Os resultados mostraram a utilização de estratégias focadas no problema, como o uso de medicação e o apoio multiprofissional, e as estratégias focadas na emoção que emergiram em tentativa de fuga e na reavaliação do evento estressor. As estratégias focadas na religiosidade e no apoio familiar também se mostraram relevantes para a maioria dos entrevistados. Diante disso, entende-se o usuário como importante ator para a construção do seu projeto terapêutico de cuidado em saúde mental.


Palavras-chave


Pacientes. Saúde mental. Enfrentamento

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br