Práticas em psicologia comunitária e processos de mobilização social: provocações para um debate

Marcos Vieira-Silva

Resumo


A Psicologia Social Comunitária, desde o seu surgimento no Brasil, nos anos setenta, tem se colocado como um campo temático com forte apelo interdisciplinar e com forte tradição de participação social e política. O trabalho a seguir apresenta reflexões desenvolvidas a partir de experiências de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidas com a participação do autor e ligadas a categorias temáticas utilizadas por profissionais e estudantes da área. Tais experiências foram e estão sendo desenvolvidas principalmente a partir do Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/UFSJ), em Minas Gerais. O texto termina com um convite ao pensar e agir a partir de provocações sugeridas em torno de várias articulações entre categorias temáticas e práticas desenvolvidas pela Psicologia Social Comunitária.


Palavras-chave


Psicologia Social Comunitária; Experiências Práticas; Categorias Temáticas; Articulações; Mobilização Social.

Texto completo:

RESUMO PDF




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br