Estratégias de não apagamento: relação entre pesquisadora e pesquisadas e os tensionamentos do uso do TCLE – Termo de Consentimento Livre Esclarecido

Renata de Carvalho Nardelli, Ana Cláudia Lima Monteiro

Resumo


Este artigo é um dos encaminhamentos possíveis para o trabalho realizado como conclusão de curso de mestrado em Psicologia na Universidade Federal Fluminense, que se pôs à investigação acerca do ser-estar mulher que se relaciona amorosa-afetivamente com mulheres, mais especificamente na realização de oficinas de experimentação sensório-afetiva. Aqui, preocupamo-nos em destacar as problemáticas da relação entre pesquisadora e pesquisadas, diante da necessidade do uso do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e seus desdobramentos a partir de uma prática-pesquisa que se faz com.


Palavras-chave


corpo-sexualidade; experimentação sensório-afetiva; termo de consentimento livre esclarecido (TCLE); mulheres que se relacionam com mulheres

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br