Clima familiar na relação mãe-criança após exposição à violência por parceiro íntimo

Amanda Hoffmeister Hassmann, Clarissa De Antoni

Resumo


O objetivo deste estudo foi compreender o construto clima familiar na relação mãe-filho, anteriormente expostos à violência por parceiro íntimo contra a mulher. Utilizou-se a inserção ecológica e o estudo de três casos múltiplos. Participaram três díades mãe-filho. Os instrumentos utilizados foram questionário sociodemográfico, entrevistas semiestruturadas e observações naturalísticas, registradas em diário de campo. Os resultados apontam tensionamento e distanciamento afetivo no clima familiar, alta hierarquia, dificuldades de expressão de sentimentos, poucos momentos de lazer entre mãe e filho, uso de práticas parentais punitivas, que denota pouca efetividade na resolução de conflitos. Assim, a violência por parceiro íntimo vivenciada no passado ainda reverbera, seja pela violência estrutural, seja no clima familiar presente.


Palavras-chave


clima familiar; violência por parceiro íntimo; relação mãe-filho.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br