O resgate da memória histórica como estratégia de desconstrução do racismo

Danielle Cabral Araujo, Vanessa Alice de Moura, Bruna Suruagy do Amaral Dantas

Resumo


Crianças atingidas pelo racismo acabam por expressar a negação da identidade negra em virtude dos estigmas associados à negritude. A Psicologia Comunitária, utilizando como aporte teórico-metodológico a problematização e a conscientização, pode proporcionar a potencialização dos sujeitos por meio do resgate da memória histórica e da desconstrução dos estereótipos de inferioridade racial. O presente artigo apresenta uma experiência profissional de práticas grupais com crianças, cujo principal objetivo consistiu em propiciar o resgate da memória histórica da cultura negra por meio da contação de histórias, visando combater o racismo.


Palavras-chave


Racismo; Conscientização; Memória histórica

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br