Dossiê Temático : Educação e vidas juvenis: dinâmicas e contextos contemporâneos

Nova chamada para contribuição de um número temático na revista Pesquisas e Práticas Psicossociais sobre as relações entre os mundos juvenis (de adolescentes e jovens) e a escolarização.

A revista PPP favorece o diálogo multidisciplinar ou disciplinar para além da Psicologia Social. São bem vindos os artigos provenientes de outros campos das Ciências Humanas, como la Sociologia, a Antropologia, a História e as Ciências da Educação.

 

Os artigos devem ser escritos em inglês, de preferência, mas as contribuições em francês, em espanhol e português também serão aceitas.

Para facilitar a identificação dos textos no momento da submissão do artigo à PPP é importante escrever na seção de comentários para o editor, que se trata de um artigo dirigido à publicação no número especial coordenado por Ruth Sant'Ana, Saeed Paivandi e Pedro Abrantes.


Dossiê Temático : Educação e vidas juvenis: dinâmicas e contextos contemporâneos


Coordenação

Ruth Bernardes de Sant’Ana – Professor Associado do LAPIP (Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial) da UFSJ (Universidade Federal de São João del R Saeed Paivandi - LISEC (Laboratoire Interuniversitaire des Sciences de l’Éducation et de la Communication-France)

Pedro Abrantes – Universidade Aberta de Lisboa – Portugal

 

Existem diversas formas de ser jovem no mundo contemporâneo. As representações sociais dominantes acentuam o que se denomina o ofício do aluno e do estudante. Ainda que ainda existam jovens que escapam ao contrôle da escola, sob o efeito de mecanismos de exclusão exteriores ou interiores à escola, pouco entre eles escapam dos efeitos globais da massificação escolar, na medida em que esta massificação tem uma repercussão para todos sobre o prolongamento e a duração da cultura juvenil e sobre os modos de ascensão à vida adulta.


Se a condição juvenil se confunde com o tempo de estudo para a grande maioria dos jovens, para os outros, aqueles que viveram uma escolarização reduzida ou inoperante, e se encontram fora da escola, trajetórias mais diversificadas engendram outras formas de ser jovem.


Esse dossiê temático almeja reunir documentos de pesquisa e/ou intervenção que tratem do lugar direto ou indireto assumido pela escola na vida dos jovens, inclusive aqueles que dela escaparam ou que tiveram um acesso restrito à ela, afim de compreender melhor a articulação entre escola e jovens vivendo em um mundo globalizado. Ela é destinada a oferecer uma visão de pesquisas que tratam do papel jogado pela escolarização nos modos de vida dos jovens excluídos da escola, bem como aquelas que remetem às formas de ser um aluno ou estudante, em relação com os aspectos educativos vividos dentro e fora do mundo da escola, assim como em diferentes contextos sociais.


Os grupos etários de referência considerados para esse dossiê são aqueles que vão da entrada na segunda parte do ensino fundamental até o fim do curso universitário.


Eis aqui uma lista não exaustiva de temáticas que podem ser abordadas nesse dossiê :

a) Os jovens indígenas e de minorias étnicas e seus processos de educação.

b) A escolarização de adolescentes em conflito com a lei.

c) Jovens rurais e educação.

d) Identidade juvenil e relação com o conhecimento.

e) A educação dos jovens herdeiros.

f) A escola como espaço de cidadania e de sociabilidades juvenis.

g) Os processos de educação informal dos jovens de hoje.


 

Calendário de chamada para contribuições

 

As proposições de artigos devem ser enviadas à http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/revista_ppp até 30 de setembro de 2017, para uma publicação no primeiro semestre de 2018.