Análise de causa raiz em internações por drogas de abuso como eventos sentinelas

Cleiton José Santana, Rosangela Cristophoro, Mirella Machado Ortiz, Denise Raquel dos Santos, Lúcia Margarete dos Reis, Magda Lúcia Félix de Oliveira

Resumo


Objetivo: Analisar os fatores de iniciação e continuidade do uso de drogas, a partir do evento sentinela, internação hospitalar com diagnóstico de trauma associado à intoxicação por drogas de abuso. Métodos: Estudo exploratório e retrospectivo, com referencial de vigilância epidemiológica de 30 eventos sentinelas, a partir de revisão de documentos hospitalares e entrevista com familiar dos usuários de drogas. A matriz para avaliação foi a análise da causa raiz, estabelecida pela investigação e pelar e construção da trajetória do uso de drogas. Resultados: Houve predomínio de sexo masculino, baixa escolaridade e desemprego, com média de 40,1 anos. A droga mais utilizada foi o álcool, isolada ou associada a drogas ilícitas. Identificaram-se pontos críticos de vulnerabilidade social, permitindo uma discussão sobre o desempenho das políticas públicas. Conclusão: A maioria dos fatores subjacentes se relacionava à ausência ou à precariedade de políticas públicas, com pontos críticos na intersetorialidade.

Palavras-chave


Vigilância de evento sentinela; Drogas ilícitas; Saúde mental; Vulnerabilidade social; Política pública.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v10i0.3542

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175