Vivência familiar da criança hospitalizada com câncer

Rosana Fidelis Coelho Vieira, Fátima Helena do Espírito Santo, Fernanda Ferreira da Silva Lima Lima

Resumo


Objetivo: identificar os indicadores científicos sobre a vivência familiar da criança hospitalizada com câncer. Métodos: revisão integrativa de literatura, nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Medical Literature Analysis and Retrieval System On-line, Cumulative Index to Nursingand Allied Health e Base de Dados em Enfermagem. Resultados: dezenove artigos, selecionados dentre os 413 publicados, entre 2010 e 2019, cujos principais sintomas analisados foram categorizados em: sentimentos do familiar da criança com câncer; necessidades do familiar da criança com câncer; enfermagem e família no enfrentamento da doença. Conclusão: constata-se o papel relevante da enfermagem, ao contribuir com ações que atendam às dimensões clínicas, afetivas, sociais e emocionais das famílias que precisam ser amparadas e acolhidas, para resgatarem sua
autonomia, construindo com elas relações de confiança, fortalecendo-as para o enfrentamento da doença.

Palavras-chave


Criança Hospitalizada; Família; Neoplasias; Enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.3546

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175