Análise dos atributos da atenção primária à saúde na atenção à tuberculose no brasil: uma revisão integrativa

Lívia Maria Gomes Lopes, Nayara Figueiredo Vieira, Francisco Carlos Félix Lana

Resumo


Trata-se de uma revisão integrativa. O objetivo foi analisar se os atributos essenciais e derivados da Atenção Primária à Saúde estão contemplados nas ações de controle da tuberculose. A amostra constituiu-se de 21 artigos. Ao realizar a análise do atributo atenção ao primeiro contato, percebeu-se que o diagnóstico da TB é realizado principalmente nos serviços de urgência e no serviço especializado. No atributo longitudinalidade, os estudos mostram que a rotatividade de profissionais prejudica a formação de vínculo. Quanto ao atributo integralidade, foi identificada a condução dos tratamentos focados na dimensão biológica do processo de adoecimento. Na coordenação os resultados mostram que o sistema de referência e contrarreferência é ineficaz. Quanto ao enfoque familiar, os estudos apontaram que os profissionais pedem informações sobre as condições de vida da família, mas conversam pouco sobre a doença e outros problemas de saúde. No atributo orientação para a comunidade, identificou-se que os serviços de saúde desenvolviam trabalhos educativos para informar a comunidade sobre a TB, mas não buscam parcerias sociais para auxiliar nas ações de controle da doença. Acredita-se que a assistência pautada nos atributos da APS é de melhor qualidade e auxilia na adesão do paciente ao tratamento. 


Palavras-chave


Avaliação dos Serviços de Saúde, Atenção Primária à Saúde, tuberculose

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.678

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175